A CARREGAR

Escreve para pesquisar


Música

Fresh Finds: o melhor da música na última semana

Partilhas

 

Com tantas novidades a chegarem-nos do mundo da música, a escolha sobre o que ouvir primeiro pode tornar-se complicada. Para facilitar as coisas, começamos cada semana a oferecer-vos uma seleção de novos lançamentos, escolhidos a dedo para uma entrada em grande. Esta ronda de novidades conta com singles, álbuns e mixtapes de Extrazen, 9 Miller, Ojerime, Migos, e muito mais.

 

Extrazen: With You

Extrazen, natural de Santo Tirso, desvela aquele que é o primeiro single do seu álbum de estreia. “With You” traz-nos uma ode ao amor, em forma de balada moderna assente numa suavidade devedora do R&B, à qual o artista junta os seus versos apaixonantes. A música conta com o contributo de Kidonov, Muv e Janga na masterização, mixing e gravação, respetivamente, e faz-se ainda acompanhar por um videoclip assinado por Rui Dos Anjos, complemento perfeito na representação do amor jovem. “With You” já se encontra disponível nas habituais plataformas digitais, e podem espreitar o vídeo aqui:

 

$uicideBoy$: STOP STARING AT THE SHADOWS

O duo de rap oriundo de New Orleans levanta o pano sobre o seu segundo álbum, “STOP STARING AT THE SHADOWS”. Composto por doze faixas, e sem qualquer colaboração (à semelhança do que já acontecera no seu último projeto, “I Want To Die In New Orleans”), o novo registo resume bem o universo sonoro de $uicideBoy$: se o rap é o fio condutor da viagem, não deixa de se fazer acompanhar por sonoridades influenciadas pelo horrorcore e pelo trap – exemplo disso é “MEGA ZEPH”. O ambiente que se abate sobre o ouvinte é senão sombrio e questionável, mas os bangers ocasionais também marcam presença. “STOP STARING AT THE SHADOWS” encontra-se disponível nas plataformas do costume, e podem ouvi-lo aqui:

 

9 Miller: Só Eu Sei feat. Toy Toy T-Rex, Phoenix RDC

“Só Eu Sei” é o novo single de 9 Miller, que recruta Toy Toy T-Rex e Phoenix RDC para um elenco de luxo. É mais um avanço retirado do antecipadíssimo “Filho da Guida”, álbum com data de lançamento prevista ainda para este ano. Ao longo de mais de quatro minutos, e sobre uma produção de Beatoven, o rapper da Apelação relata vivências e dramas pessoais com o seu caraterístico flow cru e denso, perfeitamente complementado pelas melodias de T-Rex e pelo carisma de Phoenix. “Só Eu Sei” chega acompanhado por um videoclipe, realizado por Cheezy Ramalho, que podem espreitar aqui:

 

PnB Rock: Ordinary feat. Pop Smoke

PnB Rock, rapper de Filadélfia, convidou o novaiorquino Pop Smoke para uma colaboração que se materializou em “Ordinary”. Em cima de um beat de snares fugazes, PnB limita-se a uma sixteen, e é até Pop Smoke, coqueluche do drill americano, quem assume a spotlight, com um flow diferente daquilo a que estamos habituados. Disponível nas plataformas habituais, podem ouvir “Ordinary” aqui, enquanto aguardamos pela vinda do Pop Smoke ao Rolling Loud:

 

Derek: Ícone

Natural de São Paulo, o rapper e fundador da Recayd Mob traz-nos o seu segundo álbum, quatro anos depois do lançamento de estreia. Do conforto de quem já conquistou o seu espaço no emergente trap brasileiro, “Ícone” vê Derek a passear-se por ambientes melódicos e sentimentais – caso de “Me Sinto Sozinho” e “Será Que Um Dia Você Volta” – sem esquecer o trap nu e cru, como em “No Cap”, que conta ainda com a presença de A$AP ANT. O álbum já se encontra disponível nas diversas plataformas digitais, e podem ouvi-lo aqui:

 

Knxwledge: learn

Chega-nos uma boa-nova do universo de Knxwledge: há um álbum novo a caminho. Prova disso mesmo são “learn” e “howtokope”, os dois singles que começam a levantar o pano sobre “1988”. Fiel ao seu estilo lo-fi, chega-nos uma reinterpretação dos R’n’B aos olhos de quem se fez artista na escola do beatmaking, um tratado de beats hipnotizantes, guiados por samples e sintetizadores.

“1988” tem data de lançamento agendada para dia 27 de março, e far-se-á acompanhar por uma edição exclusiva em vinil, que traz ainda um EP exclusivo, que não estará disponível online. Por agora, podem ouvir o lançamento duplo de Knxwledge, aqui:

 

Billie Eilish: No Time To Die

A astronómica Billie Eilish presenteia-nos com o tema de apresentação do mais recente filme de 007. “No Time To Die” coze-se pelas linhas da melancolia, tecendo um ambiente de mistério que nos remete para os elementos mais teatrais de James Bond. A faixa é carregada, naturalmente, pela voz singular de Billie, acompanhada por melodias de piano, às quais se juntam elementos orquestrais. “No Time To Die” está presente na banda sonora do filme 007, mas para já podem ouvi-la nas plataformas digitais do costume.

 

Jadu Heart: Dead, Again

A dupla oriunda de Bristol entrou em fevereiro anunciando a data de lançamento do seu novo álbum, previsto para finais deste ano. Até lá, temos direito a um novo single.

“Dead, Again”, afasta-se da intricada produção de coordenadas eletrónicas a que os álbuns anteriores nos habituaram. Movendo-se para territórios da psicodelia e do grunge, a faixa deixa-se conduzir por riffs de guitarra em crescendo, que refletem uma narrativa de estagnação, e das tentativas de sair desse estado catatónico. O single está disponível nas plataformas digitais habituais, e faz-se acompanhar por um videoclipe, que podem espreitar aqui:

 

LORD XIV: Paycheck feat. Plutónio

“Paycheck” é o novo single que junta as forças criativas de Lord XIV e Plutónio. Guiado pela multiculturalidade, os versos deambulam entre o português, o criolo, e o francês, sobre um beat de contornos clássicos, dominado por riffs de piano, e assinado por Penacho. “Paycheck” já se encontra disponível nas plataformas habituais, e chega acompanhado de um vídeo realizado por Pluma, que podem espreitar aqui:

 

Tame Impala: The Slow Rush

O processo de criação de Tame Impala – neste caso, de Kevin Parker – é caracteristicamente demorado e solitário. “The Slow Rush” é o seu quarto álbum, cinco anos volvidos desde “Current”. Há um distanciamento estético em relação aos registos anterior de Parker, afastando-se das faixas eletrizantes, movidades por synths e basslines contagiantes. É um documento de amadurecimento, com um swing próprio que não destoaria numa noite de baladas dos anos 80. Talvez se estranhe, mas depois entranha-se. Tirem as vossas conclusões:

 

Ojerime: Whiskey Demo

A londrina Ojerime revela o seu segundo single do ano, “Whiskey Demo”. Antecipando o lançamento da sua mixtape “B4 I breakdown”, a nova faixa traz-nos a mesma vibe que a artista vem fomentando ao longo dos seus anos de carro. Com ecos de um R&B retorcido e sombrio, “Whiskey Demo” é guiada por uma bassline e percussão sincopada, como que um afrobeat “slowed down”. Os versos são envoltos em harmonias murmuradas, complementando texturalmente a faixa, e elevando-a a um dos lançamentos mais entusiasmantes de tempos recentes. “Whiskey Demo” já se encontra disponível nas diversas plataformas digitais, e podem ouvi-la aqui:

 

wun two: promenade

“Promenade” é o mais recente single do beatmaker wun two, com álbum agendado para 13 de março. Inspirado pela natureza, que o rodeou durante grande parte da sua infância, wun two reflete as texturas e a serenidade que se encontram nesses ambientes idílicos, sobrepondo loops e field recordings, como que criando uma colagem.  Apesar da aparente complexidade, o resultado são beats suaves e easy-going. “promenade”, com uma clara dívida ao universo do jazz, não é exceção. Disponível nas diversas plataformas digitais, podem ouvir o mais recente beat de wun two aqui:

 

Migos: Give No Fxk

Estreado no festival AstroWorld em novembro passado, “Give No Fxk” chega finalmente ao público em versão de estúdio. Produzida por Murda Beatz, a faixa conta ainda com colaboração de Travis Scott e Young Thug, que entram sem fricção num beat arrasador. “Give No Fxk” já se encontra disponível nas diversas plataformas digitais, e podem ver o vídeo que a acompanha aqui:

 

doing nothing but creating

Tags:

Deixa um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *