A CARREGAR

Escreve para pesquisar


Arte e Design

Vhils convida 19 artistas para instalação de larga-escala em Bruxelas

Partilhas

 

Para assinalar o começo da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, Vhils foi convidado a criar uma obra para a sede em Bruxelas e decidiu estender o convite a outros 19 artistas para dar origem a “Commotion”, uma instalação em grande escala histórica pelas mãos de um alinhamento all-stars de artistas portugueses ou com ligações em Portugal.

±MAISMENOS±, Abdel Keita Tavares, ADDFUEL, AKACORLEONE, Andrá da Loba, Bráulio Amado, Francisco Vidal, Halfstudio, Herberto Smith, Jorge Charrua, Kruella D’Enfer, GonçaloMAR, Maria Imaginário, ALECRIM, Pedrita, Raquel Belli, Tamara Alves, Teresa Esgaio e Wasted Rita, para além do próprio Alexandre Farto, criaram cada um uma bandeira que reflete a sua linguagem individual e abordagem artística. A peça final nasce da sinergia criada pelo encontro de cada uma destas interpretações, sob o mote de que a união de todas estas bandeiras nos permite encontrar e alcançar uma identidade coletiva – numa analogia para a forma como a união entre países europeus nos permite encontrar e alcançar uma identidade comum entre todos eles.

E “Commotion” é simultaneamente uma reflexão e celebração da identidade europeia. A peça remete para alguns pilares do projeto europeu e da democracia contemporânea como a diversidade, pluralismo, igualdade, unidade, interação e diálogo, e hoje – mais do que nunca – é importante relembrar todos eles. Na publicação original, Vhils assinala sentir “que estas questões são extremamente importantes, especialmente num momento em que o mundo está a enfrentar tantos desafios – a degradação da pluralidade e do consenso, a perda de confiança nas instituições democráticas e na media, a corrosão da tolerância e dos direitos humanos, o crescimento da polarização política, radicalização do discurso público, aumento do extremismo, sexismo, homofobia, racismo e xenofobia, e muitos outros”.

A instalação “Commotion” está na sede do Conselho da União Europeia em Bruxelas, no átrio do edifício.

Tags:

Deixa um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *